Sunday, August 26, 2012

Se Você Soubesse


Um bom reencontro é como se fosse uma daquelas pipocas que a gente compra pra ir no cinema. Podem até ter várias pessoas no grupo que está indo no cinema, mas é uma em especial que fica realmente curtindo comer aquele crect-creck e antes que o filme termine, aquele saco (gigante) de pipocas, que nós pensávamos que não caberia dentro de ninguém, já está completamente vazio.

E nós ficamos pensando em quão maravilhoso tudo aquilo foi, o cinema, a pipoca... Mas, puxa, eu deveria ter falado mais, deveria ter contado mais histórias, deveria ter ouvido mais momentos. E o que mais fica na minha cabeça é que eu deveria ter contado em quantas histórias aquela pessoa já esteve e quantos são os amigos que já conhecem um pedaço daquela alma, sem conhecer uma fração da pessoa.

A noite acaba e eu fico com aquela cara de tonto, um cachorro bobo. É um tipo de felicidade gostosa, que dá gostinho de “quero mais”, mas como falar sobre uma saudade e uma vontade de estar junto que surgem assim tão de repente? É bom sorrir por dentro.

2 comments:

Sofia said...

Você escreve muito gostoso de se ler.

Anonymous said...

=)